sábado, 27 de fevereiro de 2010

Lusa 0x2 Santo André - Time inoperante + arbitragem pífia.

Nossa Lusa foi à Santo André na noite de hoje e perdeu para o time da casa por 2x0. O que vimos no jogo de hoje foi o misto de um time inoperante com uma arbitragem ridícula. A verdade é que a Portuguesa não mostrou o mínimo de qualidade e vontade para vencer ou ao menos empatar a partida.

Logo aos 5 minutos de jogo, Acleisson fez uma falta e tomou cartão amarelo, mal sabíamos nós o que significaria tal fato no restante do jogo. Ainda no começo do primeiro tempo nosso time foi ao ataque, mandamos uma bola no travessão com Luiz Carlos. Vale lembrar que o bandeira marcou um impedimento inexistente em um ataque luso, Luiz Carlos saíria livre cara a cara com o goleiro, era uma chance iminente de gol para a Lusa.

Dois minutos depois, Rafael Silva, aproveitando o rebote do goleiro Andrey, mandou a bola para o fundo das redes, porém o árbitro anulou erroneamente o gol do Santo André. Entretando, Acleisson tratou de fazer justiça com as próprias mãos, ou melhor, com a própria cabeça.

Aos 16 minutos, em um cruzamento de Cicinho pela direita, Acleisson, tentando desviar a bola para a linha de fundo, acabou matando o goleiro Andrey e fazendo um belo gol-contra, 1x0 para o Santo André. A Lusa ainda tentava atacar, mas muito desorganizadamente, tinha dificuldades para chegar ao ataque e quando chegava não conseguia finalizar.

Aos 30 minutos, o árbitro marcou pênalti de Preto Costa em Branquinho, porém o jogador do Santo André estava fora da área no momento do toque de Preto, como diz o ditado, "penalti que não é não entra", Bruno Cesar chutou forte e a bola explodiu no travessão.

Vale ressaltar os laterais invertidos pelo assitente nº1 e também os impedimentos mal marcados, um contra a Portuguesa e outro contra o Santo André.

Já para a segunda etapa, Benazzi promoveu duas modificações, saiu Luiz Carlos para a entrada de El Grillo e saiu Athirson para a entrada de Gláuber. Mesmo assim o time não conseguia se encontrar na partida, o que víamos era Paulo Sergio apoiando bastante, mas errando em cruzamentos e passes simples, Fabrício estava sonolento, irreconhecível, Heverton e Marco Antonio como sempre atônitos, inúteis.

A Lusa buscava o ataque, mas sem organização alguma, era um bando, perdido em campo. E aos poucos o espectador da partida foi percebendo que era questão de tempo para que Acleisson fosse expulso, o jogador já tinha cartão amarelo e não poupava força em suas entradas e divididas, e aos 31 minutos, Acleisson fez falta em Cicinho e foi expulso, falta essa que originou o segundo gol da equipe da casa, gol esse de cabeça e completamente impedido, para fechar com chave de ouro a péssima atuação do trio de arbitragem.

Não podemos nem nos conformar de termos perdido para o segundo colocado da competição, mesmo porque o Santo André não foi melhor que a Portuguesa, foi apenas menos pior. No segundo tempo pouco atacaram, apenas se defendiam, e nosso time desorganizado não conseguia furar o bloqueio adversário e finalizar. Não se vê qualidade e muito menos vontade em nossos atletas.

Muitos podem colocar a culpa na longa viagem de Roaraima, mas nem os jogadores que ficaram em São Paulo apresentaram um melhor futebol. Também não se pode culpar totalmente a arbitragem, que foi muito prejudicial, mas mesmo assim tinhamos condições até de vencermos a partida.

O que vemos é que estamos jogando fora qualquer chance de classificação, e não vemos uma luz no fim do túnel, quando pensamos que a equipe irá melhorar, chegamos à conclusão de que nada mudou, os mesmos erros são cometidos. Não temos um time bom fisicamente, não temos bola parada, não temos jogada ensaiada, não temos tática, o que temos são jogadores até razoáveis, mas nada mais que um amontoado de atletas que não sabem o que fazer.

Cada vez mais vemos que Domingos faz falta à nossa frágil defesa. Não podemos nos iludir com classificação nesse campeonato, temos mesmo é que torcer para que nossa comissão técnica consiga arrumar essa equipe para a Copa do Brasil e com alguns reforços montarmos um time que brigue pelo acesso na série B, porque todos sabemos que nosso técnico não sairá e que se sair é bem capaz que venha um pior.

Fica registrada a péssima atuação do trio de arbitragem, que aliás é um dos maiores protagonistas desse Campeonato Paulista, as arbitragens estão vergonhosas, não perdemos por causa dela, mas se tivessem anulado o segundo gol do Santo André e não tivessem dado impedimento de Luiz Carlos no primeiro tempo, teíamos ao menos empatado o jogo.

A Portuguesa volta à campo na próxima quarta-feira, quando encara o Rio Claro às 19:30 no Canindé.

Ficha Técnica:

Campeonato Paulista 2010 - 11ª rodada
Estádio Bruno José Daniel - 27/02/2010
Árbitro: Paulo Roberto Ferreira
Auxiliares: Fábio Luis Freire e Jumar Nunes Santos
Cartões amarelos: Acleisson, Athirson e Fabrício (PORTUGUESA) Alê (SANTO ANDRÉ)
Cartão vermelho: Acleisson (PORTUGUESA) Halisson (SANTO ANDRÉ)
Gols: Acleisson (contra), aos 15min do 1º tempo - Rodriguinho, aos 31min do 2º tempo (SANTO ANDRÉ)

SANTO ANDRÉ: Júlio César. Cicinho, Cesinha, Halisson e Gilberto. Alê, Gil (Ricardo Conceição), Branquinho (Pio) e Bruno César. Rafael Silva (Renato Dias) e Rodriguinho
Técnico: Sérgio Soares
Não participaram: Fabiano, Marcel, Arthur e Bruno Moraes

PORTUGUESA: Andrey. Paulo Sérgio, Thiago Gomes, Preto Costa e Fabrício. Acleisson, Marco Antonio, Héverton (Jean Natal) e Athirson (Gláuber). Luis Ricardo e Luiz Carlos (Biscayzacu)
Técnico: Vágner Benazzi
Não participaram: Lúcio, Jaime, Marcos Paulo e Rafael Silva

Meu Twitter: http://twitter.com/Luizlusitano
Twitter Siga Portuguesa: http://twitter.com/sigaPortuguesa

Um comentário:

  1. Antonio Luis Chaves1 de março de 2010 07:50

    Amigo Luiz:
    Você me parece conhecedor profundo das coisas da Lusa. Moro em Vitória (ES), e ninguem me responde. Alem do Nilson mais alguem do time da Copa SP, foi embora??? Cade o Guilherme, o Danilo, O Diego, etc.??? Por favor me responda, se preferir através do meu email: chaves@achaves.com.br
    Antonio Luis Chaves

    ResponderExcluir